Viver a Vida X Antecipar a Vida

Vaasa 2015Muitos de nós estamos tão preocupados com o dia a dia, em como pagar as contas no final do mês, em como bater as metas profissionais e em como garantir tempo para as pessoas que amamos, que simplesmente não vivemos a vida, nós a antecipamos.
Certamente você conhece uma ou mais pessoas que costumam ter todo o tipo de remédio em casa para o caso de uma emergência de estômago, fígado, rim, olhos, nariz, etc. E essa mesma pessoa não sofre de nada disso. Os remédios saem da validade, são jogados fora sem uso e outros novos são comprados e colocados no lugar.
Da mesma forma que uma pessoa pode antecipar doenças que nunca virão, poderá antecipar uma catástrofe patrimonial investindo tudo o que ganha em um determinado fundo sem nunca ou muito raramente investir em uma viagem para si ou para a família.
Uma coisa é eu ter em casa dois ou três remédios de uso mais frequente ou até remédios mais leves como um analgésico e um antiácido. Outra coisa é eu ter uma pequena filial da farmácia em casa.
Se eu não aproveitar o tempo presente, e gastar a minha saúde física e mental me habituando a conter todos os recursos adquiridos, será que vou ter saúde ou até mesmo me permitir aproveitar esse suposto patrimônio quando chegar a hora?

SERGIO CHNEE